Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

COMO DAR AMOR, DOANDO CALOR: MALU MOLETOM

O inverno oficialmente começou dia 21 e se já estava frio no outono, imagine agora! Não sou a moça da previsão do tempo, mas se eu parar para pensar na temperatura que o meu quarto está, nesse momento, chegarei a conclusão de que a vida não está fácil para quem mora na rua. Eu estou aqui, de calça, blusa de manga comprida, meia e bota, se eu sentir um calafrio posso esticar o braço e puxar meu cobertor. Se eu quiser sair na rua posso, simplesmente, abrir o guarda roupa e escolher mais um dos sei lá quantos casacos que eu tenho pendurado - vamos concordar também que eu sou doente, porque se tiver uns 28º eu estarei de cardigã ... no mínimo - mas essa é a minha realidade. Precisamos cair na real e ver que o mundo não é só aquilo que mamãe e papai apresentaram pra gente não. E se você já sabe qual é a realidade desse planeta, mas ainda está aí com a gloriosa bunda grudada na cadeira, precisa entender que o famoso "eu sozinho não vou mudar o mundo" é a pior mentira que já i…

GUIA DE SOBREVIVÊNCIA A VIAGEM DOS PAIS

É oficial: vai ter festinha em casa e está todo mundo convidado. Uhuu! Só que não, né galera? Essa é a primeira dica para sobreviver à viagem de seus pais sem arrumar problemas para a sua vidinha: nada de zona com a galera. Porque marca de copo na mesa de centro não é legal, mancha de molho no sofá a mamãe não gosta e grude desconhecido no tapete não é bonito.
 #ACHEIQUEERASORVETE  Amores, vamos ser sinceros aqui com a tia. Vocês sabem cozinhar feijão? Não? Como um ser humano pretende sobreviver sem feijão? Se bem que ele está tão caro ultimamente que a gente pode tentar algo mais simples, tipo uma ervilha ... sei lá. O que importa é que arroz não foi feito para ser comido sozinho e eu já ensinei a cozinhar feijão AQUI. Ooou, você pode viver bem, durante o período sabático dos seus pais, se sua mãe for um amô de pessoa igual a minha que encheu o freezer com um mês de feijão cozido dividido em tupperwares - ou potes de sorvete, se você gosta de se iludir. 
 #VIGIADADISPENSA  Ainda f…

AS RAÇAS DE CÃES DOS MEUS SONHOS

Eu amo - AMO! - animais, num nível que me chamam de Felícia, aquela dos desenhos.Até uns dois anos atrás eu sempre tive bicho. Aqui em casa já tivemos gato, papagaio, hamster, esquilo da mongólia, peixes e claro, cachorros!      A primeira cachorra da minha vida (no melhor sentido da frase), foi a Domênica, uma misturinha de akita com outra raça que eu não sei. Quando eu nasci ela já tinha lá seus cinco anos de idade e foi uma segunda mãe pra mim, rs. Gente, eu era tão apegada com essa cadela, me dá vontade de chorar só de escrever sobre. Eu dormia com ela no quintal de casa, deitava na barriga dela e a bichinha não mexia uma pata pra não me acordar. Reza a lenda que ela dividia a ração comigo, mas vamos abafar esse caso. O acontecimento mais famoso é o do dia em que fui comer sozinha pela primeira vez e que tentei comer igual a Domênica que, tecnicamente, era o ser vivo com quem eu mais me identificava ... socorro. Minha mãe me deu lá a colherzinha né, mas eu, lindamente, meti o…

WISHLIST DE JUNHO

How I wish, how I wish you were here...
    Aiê, que saudade de fazer wishlist nesse blog, Brasil! Ainda mais depois que fiquei sabendo que era a postagem favorita da galera que acessa frequentemente. Awn. Essa foto aí de cima representa minha situação atual, apesar de estarmos no terceiro dia do mês. Na realidade está um pouco pior, porque na foto são centavos de euros ... o meu é de real mesmo, então ... é. Porém aqui na minha mente, eu não nasci pra contar moeda não. Ninguém nasceu, okay? Não aceito isso. Então, Deus, ou o Senhor me dá o dinheiro, ou o Senhor me dá as coisas que eu compraria com o dinheiro, pra mim tanto faz. Obrigada, Te amo. 
    Segundo minha mãe, eu não posso mais comprar blusa de frio, pelos próximos sete anos. Mas acontece que ela não sente frio nunca nesse mundo, pode estar fazendo sete graus que tudo bem, por ela vamos para a praia dar uns mergulhos. Eu sou totalmente diferente, nunca sinto calor, pode estar vinte e sete graus que por mim estamos assistindo…