Pular para o conteúdo principal

OITO DICAS PARA COMBATER A INSÔNIA


    Pode parecer incrível ou absurdo para alguns conhecidos o título dessa postagem, tudo isso porque as pessoas acham que eu durmo demais. Tenho que confessar que algumas vezes eu durmo mesmo, especialmente nos sábados depois de uma semana de provas ou feriados em que eu não viajo, se alguém pode dizer que dormir dá sono - esse alguém sou eu. Porém a vida não é sempre um mar de rosas e até eu - que já dormi 16 horas seguidas sem levantar nem para beber água - tenho insônia, aliás, sempre nas férias.
     Por que isso acontece? Bom, a insônia é um distúrbio que prejudica a capacidade de um indivíduo de pegar no sono, ou dormir por horas seguidas. É comum ter insônia em algumas fases da vida, mas os efeitos não são bons: a pessoa já acorda cansada, falta energia e ânimo para fazer as coisas, além das variações no humor e a queda no desempenho escolar ou profissional. A insônia pode ter diversas causas, entre elas estão o estresse, má alimentação, medicamentos, vícios, ansiedade e mudanças na rotina. Para conseguir se livrar desse distúrbio irritante eu separei algumas dicas muito boas e que me ajudaram das outras vezes.

Maneire nas substâncias estimulantes: fumar e beber café não são atividades muito recomendadas caso você queira dormir bem durante a noite, o álcool também não. Ele pode até te derrubar no começo, mas seu sono será leve.
Evite a cama durante o dia: nosso cérebro é incrível, por mais que seja difícil "desligá-lo" de vez em quando, é possível fazê-lo entender que está na hora de dormir, por exemplo. Se você usar a cama apenas para dormir e não para ler, ou mexer no notebook, ou olhar para o teto, seu cérebro entende que quando você deita nela é porque é hora de descansar.
Pratique atividades físicas de manhã: isso vai te dar energia para fazer tudo que precisar no decorrer do dia e assim quando a noite chegar você estará cansado, mas tão cansado, que vai dormir como um anjo. Se fizer exercícios durante a noite a adrenalina produzida com a atividade não te deixará dormir nem tão cedo.
Crie o horário para dormir e acordar: se você está acostumado a fazer as coisas sempre no mesmo horário, fica mais fácil treinar o cérebro, como eu disse anteriormente.
Cuidado com as refeições noturnas: eu até janto, quando estou indo para a faculdade e passo o dia inteiro só comendo besteiras, sabe? Mas umas três horas antes de dormir para não ficar com o estômago pesado. Comer coisas calóricas demais à noite faz com que a digestão atrapalhe o sono. Prefira um copo de leite (sem café), caso esteja realmente com fome.
Crie uma rotina para antes de se deitar: pode ser ler, escrever, cuidar da pele, do cabelo, tomar um banho ... qualquer coisa que você possa fazer todos os dias e avisar mais uma vez ao seu cérebro que a hora de dormir está chegando.
Tente ajustar o ambiente: às vezes não é só você o problema, pode ser alguma coisa no quarto te incomodando. Cortinas claras demais, cama dura demais, travesseiro desconfortável demais, relógio barulhento demais ... dê um jeito nessas coisas.
Use tampões de olhos e ouvidos: quando eu era pequena e não conseguia dormir, minha mãe dizia: só fique com os olhos fechados. Então eu ficava sei lá quanto tempo de olho fechado até que dormia. Mais rápido do que ficar de olho aberto olhando pro escuro e pensando no trabalho, na escola, na casa ... Se tem dificuldade para se desligar dos sons e manter os olhos fechados, use tampões.

    Bom, outras vezes a insônia pode ser mais grave, depende de pessoa para pessoa, né? Nesse caso, é melhor procurar um especialista.

Comentários