domingo, 11 de maio de 2014

RESENHA: EXTRAORDINÁRIO



    Novamente quebrando a cara, tenho que confessar que até chorei ~ estava em um dia perturbador ~ com esse livro. E olha que, apesar do "Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais." de A Culpa é das Estrelas, minhas lágrimas não chegaram a escapar dos olhos lendo ele. Mas Extraordinário é diferente ... é extraordinário.
    Nas primeiras páginas eu estava perdendo a paciência, tive vontade de largar o livro num canto e não ler mais, achei infantil, mas depois levei em consideração que tinha acabado de ler Pequim em Coma, um livro excelente, porém terrorista, assustador e cruel sobre o Massacre Celestial, que faz você se perguntar como pode existir gente tão ruim no mundo. É claro que a história de uma criança de dez anos seria infantil, diante disso. Aliás, seria infantil diante de qualquer coisa ... é uma criança de dez anos!


   Extraordinário é a história de August Pulmann, um garotinho que nasceu com uma síndrome genética que lhe rendeu uma deformidade facial e motivou diversas cirurgias e complicações. Por essa razão, Auggie nunca frequentou uma escola, quem lhe dava aulas era sua mãe ... até agora. 
   O maior drama ~ já que o livro é dramático desde a primeira página ~ é quando os pais de August resolvem que ele deve entrar para um escola. Você pode imaginar o horror que é mudar de escola, mas não pode nem sonhar o que é entrar em uma nova com um rosto tão diferente como o dele. Crianças dessa idade podem ser más, todo mundo sabe ... August sabe, agora tudo o que ele pode fazer é provar para as outras crianças que apesar da aparência, ele é um garoto normal e que não existe nenhuma praga.
   Uma das razões de eu ter gostado tanto do livro é que depois de algum tempo, eu fui me identificando com alguns personagens - Jack Will, Summer e até o Auggie - e o mais legal é que o livro apesar de ser narrado sempre em primeira pessoa, não é narrado por apenas uma pessoa. Ele traz o ponto de vista de outros personagens além do protagonista para o leitor, isso é muito bom.
   Comprei esse livro na rodoviária de Mogi, sempre tem promoções boas por lá. E sinceramente eu acho essa capa umas cem vezes mais bonita do que a capa branca e vermelha. Por dentro também é bem bonitinho.

Extraordinário, R. J. Palacio - Intrínseca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...