sábado, 31 de maio de 2014

CHAMPS - PRIDE OF BRAZIL


   Dynamite, Dynamite. I'm gonna be your dynamite. Dynamite, dynamite. Dy dy dy dy dynamite. Passei a semana inteira com isso na cabeça e gente, não é K-pop! Mas é quase. 
    Primeiramente, deixa eu falar o que eu penso da música brasileira: ao contrário do que a metade dos leitores/amigos pensam, eu não ouço só música asiática. Eu escuto de tudo um pouco, sou fã de grupos alemães, duplas australianas, trios britânicos, cantores americanos e grande apreciadora da música popular brasileira. Sim. Não consigo entender quando alguém diz que não gosta de MPB, sabe? É um estilo tão neutro, tão gostoso de ouvir. O mesmo vale para a Bossa Nova e até alguns tipos de Samba ~ isso mesmo que você leu, meu querido ... Sambá, Riow de Xaneirô. Mas o buraco que eu quero chegar é mais fundo e tem um cenário cruel, o Pop Brasileiro. Poucos artistas conseguem sobreviver nessa categoria, posso citar o Rouge, o Br'oz ... ah, todos aqueles que fazem um sucesso assustador no princípio e depois desaparecem como se nunca tivessem existido. Eu realmente lamento isso, mas acho que a população brasileira não está preparada para esse tipo de música, talvez porque somos um pouco exigentes. É óbvio que se o artista faz uma música muito boa, você espera alguma coisa melhor ainda no próximo CD e é aí que os fãs debandam.
    Na Coreia o negócio é meio louco, tem toda uma história de apoiar os ídolos incondicionalmente, criar fandoms, mandar coroas de flores/arroz, e olha, eu fico pê da vida com as gravadoras que nem esperam eu comprar o último CD e já lançam um álbum mini e uma versão repackage. Mas sabe que eu acho que essa é a receita do sucesso? Não dar sossego é o segredo. Enche os fãs de novidade até não aguentar mais, depois entra num hiatus de três meses e tá tudo certo. Não é a toa que a Coreia do Sul vem ganhando reconhecimento mundial graças ao K-pop. E assim, nada mais justo, já que lá um jovem quando quer se tornar um ídolo, faz mil e uma audições e ainda passa anos sendo treinado antes do debut. 
    Enquanto isso aqui no Brasil, a estreia de um grupo tem gerado furdunço ~ já ouviram essa palavra? Coisa de vó, haha ~ entre os kpoppers, o assunto da semana é a chegada do Champs. Ricky, Diego, Kenji, Iago e Shi foram selecionados pela JS Entertainment em 2012 e levados lá para o outro lado do globo para treinarem pra essa estreia. Uhu! Assistam o clipe de Dynamite aí embaixo:


    1. Eu amei o clipe, não aguento quando as bandas brasileiras fazem aquelas produções fuleiras e nada a vê, tipo colocar ovelhas psicodélicas no meio de um clipe depressivo, cara ... 2. a letra está okay, com certeza as composições vão melhorar com o tempo, é só torcer pro grupo dar certo, 3. a coreografia é legal, acho que também pode melhorar, mas como é a estreia acho que assim fica mais fácil para os fãs decorarem os passinhos e tal, 4. quanto ao figurino/maquiagem ... meu, era um grupo coreano! Hahaha, achei que estava vendo a nova formação do B.A.P, não ... brincadeira, eu sei que essa galera não é chegada nas comparações e 5. na minha humilde opinião, Champs tem futuro. 
    Quem assiste o americano do PopoTV deve saber que até ele já fez um Reaction do vídeo! Também fizeram uma parceria com o Wassup ~ what's up, what's up ~ Enfim, desejo toda a sorte do mundo aos garotos, eu realmente gostei da música, por favor, arrasem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...