quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

VIRA E MEXE


Nota: Estou postando essa hora porque sei que menos gente lê, haha. Outra coisa, para não parecer que eu sou idiota, tente ler a pontuação do jeito que eu usei e leia com calma, uma palavra por vez. Beijos de luz, hue.

   Troca aquela cama de lugar, guarda esse relógio na gaveta, tira essa cortina pra lavar e põe essa almofada na cadeira. Há quanto tempo? Quantos momentos estou deixando de viver por causa dessa mania boba? Mania de querer mudar o mundo, querer me mudar, me mudar pro mundo. Não, não. Não é um texto sobre amor, o amor não me preocupa tanto. É um texto sobre mim e olhe, já peço desculpas pelo aborrecimento.
   Uso essas palavras na verdade como uma terapia, um livro de auto ajuda porque, eu juro, estou precisando. Ai, não! Eu não sou depressiva, pelo amor de Deus. Eu só não sei ... como ser eu. Porque eu dei para achar que não sou boa o suficiente, que minha roupa não combina, que meu nariz é muito grande, minha orelha muito pequena e que eu deveria prender meu cabelo, mas que saco, ele está curto demais pra isso. 
   As pessoas me cobraram tanto que agora eu não paro de me cobrar e gente ... essa voz pesa! Mas sabe o que é pior? O pior é que agora eu não agrado nem um e nem o outro. Já não sou mais quem eu gostava de ser, mas continuo não satisfazendo terceiros. Na boa, que merda eu fiz? Por que me importa a posição da cama, o tic tac do relógio, a mancha da cortina, a almofada jogada no chão? Por que importa pros outros o meu cabelo, minha roupa, meu jeito, meu sorriso? Sério, por quê? 
   Já mexi tanto em mim que não me encontro mais e vira e mexe me pego chorando por algo que tanto faz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...